VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Menina de 12 anos é espancada no DF por ser negra




Duas meninas encapuzadas imobilizaram a jovem enquanto as outras duas a insulturam e a agrediram. A adolescente diz não lembrar quanto tempo passou nas mãos do grupo

Uma menina de 12 anos foi espancada próximo a um ponto de ônibus em Recanto das Emas, no Distrito Federal, na última segunda-feira (18). Ela teria sido agredida por quatro garotas, ainda desconhecidas, por ser negra.

O ataque ocorreu enquanto a jovem ia para a escola, no período da manhã. Após se confundir e pegar o ônibus errado, a menina desceu em uma parada e foi abordada pelo grupo pouco depois.
"As meninas disseram que não aceitavam negras no beco delas. Minha filha falou que tudo bem, que já estava indo embora, mas elas responderam que, como ela estava lá, ela teria que pagar pelo que fez", disse a empregada doméstica Márcia Pereira do Nascimento, mãe da jovem agredida, em entrevista ao G1.

Duas meninas encapuzadas imobilizaram a jovem enquanto as outras duas a insulturam e a agrediram. A adolescente diz não lembrar quanto tempo passou nas mãos do grupo e decidiu não reagir por medo das agressoras.

"É muito ruim mesmo, uma dor que nem tem como descrever, você ver um filho passando por isso. Ela só chora", diz. "Ela veio me perguntar se eu a amo de verdade, do jeito que ela é. E eu a amo e a amaria sempre, mesmo se não tivesse as duas pernas”, lamentou a mãe.

A garota passou por exames no Instituto Médico Legal (IML), onde foram constatadas as lesões. Em seguida foi encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), devido à fortes dores no torzonelo.

O caso foi registrado pela 27ª DP. Em resposta à agressão, o governo do Distrito Federal criou o disque racismo, com número de 156. Por este canal a população poderá denunciar ataques ou desrespeito a cidadãos negros e indígenas.

Fonte: Rondônia Dinâmica.