VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Spider Forever


 
Fico tentando entender a cabeça das pessoas, mas as vezes juro que não consigo...
É bem a velha estória que uma grande amiga vive me dizendo em meio a suas reflexões: “você passa a vida inteira dizendo ‘sim’, mas aí um dia você resolve dizer ‘não’ e se torna a pior pessoa do mundo.
 
Já venho reparando na veracidade deste fato a um tempo, desde que decidi expor minha opinião acerca do mundo onde resido. As pessoas são falhas. Mesmo as mais perfeitas, em alguma coisa ela falhará um dia. Todo mundo sabe disso, todo mundo vive isso.
Esta semana me caiu no colo o lance do Anderson Silva. Sempre gostei muito de lutas. Sempre. Acho que é a materialização de foco, força e fé pra alcançar um objetivo... Fora a energia que emana é muito interessante. Sou admiradora de carteirinha assinada do Spider por fazer parte de um esporte famoso e se destacar com louvor. Sou fã, porque mesmo diante de tantas vitórias, ele sempre manteve sua humildade e sua dignidade e caráter intactos.
 
Todas essas premiações pra nós que estamos de fora simbolizam um orgulho por sermos tão bem representados aqui e lá fora.
Para ele e para sua família, uma família PRETA, certamente simboliza muito mais. Simboliza luta e vitória sobre o sistema opressor, simboliza espelho para  filhos e futuros netos, simboliza valorização e empoderamento preto, bem como a valorização da família preta unida, firme, lutadora e vencedora.

 
O bacana é que, talvez sem querer, Spider tenha agregado esses valores sem se dar conta da a importância que ele tem além de seu ambiente familiar. Bacana é saber que para muitos pretos e pretas conscientes é esta a visão que temos sobre ele e que o orgulho ainda está estampado em muitos corações, inclusive no meu.
Tenho orgulho de termos uma representação preta e que serve de espelhos para muitas crianças e adolescentes, não pela questão desportista da coisa, mas sim pela demonstração de que com garra e determinação somos capazes de vencer o sistema, vencer o racismo e sermos a continuidade de espelhos para os irmãos e irmãs que chegarão a vida.
 
Anderson Silva é um preto em movimento. E, um preto em movimento, é mais valoroso do que um título. Um preto em movimento quebra paradoxos e estigmas. Um preto em movimento dá lições de vida, de autoestima. Um preto em movimento diz sem palavras “você pode tudo o que você quiser!”.
Aprendamos a reconhecer os exemplos.
Aprendamos a tirar o melhor das coisas.
Valeu Spider!
Valeu Anderson Silva.
Porque a irmandade se faz na vitória e na derrota também. E nada apaga a história de um homem.
 
Alessandra de Mattos.
Preta&Gorda.