VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Estátua de menino negro em mercado cria polêmica na internet



Objeto foi fotografado em um Pão de Açucar de São Paulo

Objeto foi fotografado em um Pão de Açucar de São Paulo


Uma estátua de uma criança negra com os tornozelos acorrentados exposta em um supermercado de São Paulo está causando polêmica nas redes sociais. Agora removida da unidade Vila Romana, do Pão de Açúcar, a obra é tida por muitos como racista.



Em páginas de comunidades que abordam o tema no Facebook, as opiniões são divididas entre os que pensam que as críticas são exageradas e outros que consideram a estátua um símbolo do preconceito. 

"Gente, isso é uma obra de arte, que retrata o que acontecia com os negros. A arte é atemporal, cada dia mais a censura entra aos poucos no nosso dia a dia", publicou um internauta, enquanto outros usuários criticaram o supermercado. "Realmente, ideia infeliz", disse uma internauta, que teve a opinião replicada. "Isso é um crime", escreveu outa usuária do Facebook.



A foto, que começou a circular na rede no dia 15 deste mês, foi tirada pelo DJ e produtor Samuca Ahmaral Vieira, que considerou a imagem "no mínimo descabida". Para ele, não há problema em ilustrar a escravidão como algo documental, mas isso não deveria se aplicar a objetos de decoração.



Procurado pelo Terra, o Pão de Açúcar informou que a estátua "foi adquirida como parte de uma coleção de peças decorativas de loja, sem intenção ou apologia a qualquer tipo de discriminação".


O Pão de Açúcar afirmou também que "assim que tomou ciência do caso, providenciou a retirada da estátua das lojas e que está revendo o processo de seleção de peças decorativas".

Fonte: Terra