VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Zimbábue vai criar bolsa de valores só para negros

LONDRES - Após a reeleição do presidente Robert Mugabe, na semana passada, o governo do Zimbábue anunciou nesta terça-feira que vai expropriar 51% das ações das grandes empresas estrangeiras no país e criar uma bolsa de valores exclusiva para negros, informou o diário britânico "The Telegraph".

O ministro do Interior, Saviour Kasukawere, disse que as ações das empresas que serão confiscadas pelo governo somam quase 5 bilhões de libras (cerca de R$ 15 bilhões), e não haverá compensações aos empresários.

As empresas que não "cederem" a participação majoritária ao governo poderão perder a licença para operar. O ministro, segundo o "Telegraph", disse que o valor dos recursos naturais e metais subterrâneos extraídos pelas companhias são mais do que suficientes para pagar pelas participações majoritárias.


O objetivo do regime seria controlar as companhias mineradoras, principalmente a Zimplats, grande produtora de platina, que é controlada pela Impala Platinum, da África do Sul. Metais e minerais responderam por 71% (480 milhões de libras) das exportações do Zimbábue no ano passado.