VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Mulheres negras têm mais dificuldade em perder peso, diz estudo


A idade, o metabolismo e até mesmo os genes podem levar a culpa pela falta de sucesso ao tentar emagrecer. No entanto, de acordo com uma nova pesquisa realizada pela University of Pittsburgh School of Medicine, a etnia também pode influenciar no processo da perda de peso. As informações são do Daily Mail.

Segundo os estudiosos, as mulheres afro-americanas precisam comer menos calorias e fazer mais exercícios para eliminar a mesma quantidade de peso que as caucasianas, e os cientistas acreditam que isso acontece porque elas têm um metabolismo mais lento.

Pesquisas anteriores já apontavam que as negras não perdiam tantos quilos quanto as brancas durante uma dieta, no entanto, com este novo estudo, os pesquisadores afirmam que as afro-americanas eliminam, em média, 3 quilos a menos do que as caucasianas, mesmo seguindo o mesmo regime.
Para chegar a este resultado, os cientistas analisaram a oscilação de peso, o gasto de energia, as atividades físicas e a ingestão de calorias de 39 afro-americanas e 66 caucasianas, todas obesas e participantes de um programa de perda de peso com duração de seis meses. As negras seguiram as regras da dieta à risca, mas foi constatado que perderam, em média, 3 quilos a menos do que as brancas.
“Nós prescrevemos quantas calorias são permitidas e quanta atividade física é necessária durante uma intervenção de perda de peso baseados na premissa de que as pessoas do mesmo peso têm ritmos de metabolismo semelhantes”, explicou James DeLany, professor da divisão de endocrinologia e metabolismo da Pitt School of Medicine. “Mas, se levarmos em consideração que o ritmo do metabolismo das afro-americanas é mais lento, elas deveriam reduzir o número de calorias que comem ou se exercitar mais para perder a mesma quantidade de quilos que as caucasianas”, concluiu.