VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Adolescente confessa ser autor de anúncio que oferecia crianças negras a R$ 1, diz polícia




Acusado de postar, no site MercadoLivre, um anúncio oferecendo crianças negras por R$ 1, um adolescente de 16 anos confessou o ato infracional, segundo a polícia, e vai responder por racismo.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio, Gilson Perdigão, o jovem assumiu ter publicado o anúncio ao ser ouvido nesta quarta-feira (15), na presença da mãe.

A informação do delegado foi repassada ao R7 pela assessoria de comunicação da Polícia Civil do Estado. A reportagem não localizou defensores ou parentes do acusado.

De acordo com a Polícia Civil do Rio, o adolescente vai responder por fato análogo ao artigo 20 da Lei 7.716 (Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional). O procedimento será encaminhado à Vara da Infância e da Juventude.

Identificado 

O adolescente havia sido identificado pelo site na sexta-feira (10). O MercadoLivre repassou os dados do suspeito à Polícia Civil. Em nota, a empresa de vendas afirmou que o conteúdo foi retirado do ar na segunda-feira da última semana (6), após denúncia de usuários do site. 

O MercadoLivre disse repudiar o conteúdo da postagem e acrescentou que todos os anúncios publicados têm um botão de denúncia. 


— Os usuários que infringem as regras do MercadoLivre têm seu cadastro cancelado. Reiteramos que o MercadoLivre está sempre à disposição para colaborar com as autoridades — afirmava a nota, divulgada na semana passada.

R7