VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

L. Jackson é confundido com ator negro e se irrita: "não somos todos iguais"



Era apenas mais uma entre as dezenas de entrevistas que o apresentador Sam Rubin faz cotidianamente no programa KTLA Morning News, exibido todos os dias pelas manhãs nos EUA. Mas um erro tremendo transformou a conversa com o astro Samuel L. Jackson em um legítimo ataque à falta de profissionalismo e de conhecimentos do jornalista.


Rubin apenas começara a entrevistar Jackson, no programa para promover seu mais recente longa, Robocop. Quando o apresentador fez uma pergunta sobre a participação do ator em um comercial do Super Bowl - na verdade, protagonizado por outro ator negro, Laurence Fishburne, que, convenhamos, não se parece nem um pouco com o colega.


"Sabe, você é tão louco quanto as pessoas no Twitter. Eu não sou Laurence Fishburne!", disse o ator, claramente incomodado com a saia justa. "Nós (negros) não somos todos iguais. Podemos ser negros e famosos, mas não somos todos iguais. Você é o repórter de entretenimento disso e não sabe a diferença entre mim e Laurence Fishburne? Esse deve ser um bom caminho para perder o seu trabalho."



Constrangido, Rubin pediu desculpas sem parar, disse que o erro era seu, que foi lamentável. Mas já era tarde. "Eu sou o negro da sua carteira, Laurence Fishburne é da outra e Morgan Freeman é o negro do comercial do cartão de crédito", prosseguiu Jackson. O apresentador ainda tentou mudar o assunto e falar de Robocop. Não havia mais clima. "Sério? Sério? Eu também nunca fiz um comercial do Mc Donald´s ou do KFC, sei que isso te surpreende. E também sou o único negro que não é bandido em Robocop, se isso te interessa", ele resumiu.